10 de março de 2006

Humor.

Família de transsexual quer processar Estado
A família do transsexual sem-abrigo alegadamente assassinado no Porto por um grupo de menores admite processar o Estado português com o apoio jurídico da Associação Abraço, noticia hoje a imprensa.

«Estamos a ponderar a hipótese de entrar num processo de pedido de reparação», declarou ao Diário de Notícias um sobrinho de Gisberta, como era conhecido o transexual brasileiro.
«Temos falado em entrar com um processo de reparação porque quando a Gis saiu daqui o sonho dela era comprar uma casa para a mãe. E achamos que faz sentido pedir uma indemnização para cumprir esse sonho dela», acrescentou Abimael Salce, que assume o papel de porta- voz da família de Gisberta.

Lê-se e custa a acreditar, mas anda tudo doido, se a moda pega começamos todos a processar o Estado por não termos aquela casa de sonho ou o carro topo de gama.
Haja decoro.

1 comentário:

Anónimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. »